terça-feira, 5 de outubro de 2010

Aguarde!!!

Estou (quase) voltando.

domingo, 1 de agosto de 2010

* Reforma do Maristas iria custar R$ 24 milhões no governo de Jackson Lago

Causa espanto e indignação, ao mesmo tempo, que a obra para implantação de uma escola de tempo integral na sede do antigo colégio Maristas iria custar, justo na administração de Jackson Lago, R$ 24 milhões e agora na gestão de Roseana Sarney o empreendimento consumirá apenas R$ 1,5 milhão.

Os números foram revelados ontem pelo secretário de Educação, Anselmo Raposo, durante visita ao local, acompanhado de assessores e de vários jornalistas.

Salta aos olhos a enorme diferença de preços. Fica claro o hiperfaturamento nos valores, deixou exposta a intenção de ganhar fácil em cima de um montante que poderia servir para a construção de dezenas de escolas em poovoados mais necessitados.

Não conheço o projeto da obra pretendida pelo ex-secretário de Educação na gestão de Jackson Lago, o agrônomo Lourenço Vieira da Silva.

Por mais que intencionasse implantar um grande colégio, uma obra moderna e espetacular, a soma derramaria nos bolsos de alguns. Quem ficaria com o restante da grande bolada? Em quantas partes seria dividida? Seria caixa para campanha eleitoral?

A gestão de Lourenço Vieira da Silva, desde o período do governador José Reinaldo Tavares, sempre foi marcada por superfaturamento de preços e desvio de recursos, que vão da aquisição de livros didáticos até a compra de outros materiais escolares.
Diante de tantas avalanches de denúncias comprovadas, ninguém acreditava na permanência de Vieira da Silva, após Jackson Lago assumir o governo.

A falcatrua venceu o medo e a imoralidade se fez razão. É assim que o dinheiro da Educação é tratado. Lamentável. (Blog do Luis Cardoso)

• Pesquisa divulgada pelo Jornal Pequeno confirma liderança de Roseana Sarney

Pesquisa realizada pelo Instituto Piauiense de Opinião Pública Ltda mostra a governadora Roseana Sarney (PMDB) à frente na corrida pelo governo do estado, com 48,46% das intenções de voto.

Candidata à reeleição, Roseana Sarney é seguida pelo ex-governador Jackson Lago (PDT), com 22,85%, e pelo candidato Flávio Dino, da coligação ‘Muda Maranhão’, que aparece com 17,08% das intenções de voto e detém a menor rejeição, inferior a 10%. Os demais candidatos somam 1,7%.

Marcos Silva (PSTU) aparece com 1,23%; Marcos Igreja (PCB) 0,31% e Saulo Arcangeli (PSOL) 0,23%. Não sabe/não opina: 5,77% e nulos e brancos: 4,08%.

A pesquisa – realizada no período de 26 a 28 de julho de 2010 - mostra uma eleição indefinida no Maranhão. Hoje, a diferença entre Roseana e a soma dos seus adversários é de 7 pontos percentuais, o que indica que com uma perda de somente 3,5 pontos de Roseana, a eleição se decidirá em segundo turno.

Em 2006, Roseana fez 49,5% no primeiro turno e depois perdeu no segundo escrutínio. E na disputa pela segunda vaga, se levada em conta a margem de erro, de 3 pontos percentuais, há uma situação de empate técnico entre Jackson Lago e Flávio Dino. A pesquisa mostra um quadro de grande indefinição.

Há forte tendência de segundo turno com os três candidatos melhor pontudos em condições de chegar lá em primeiro e segundo lugares. Tudo pode acontecer, portanto, nas eleições de 2010 no Maranhão.

Registro na Justiça Eleitoral – Realizada entre os dias 26 e 28 de julho, a pesquisa foi feita com entrevistas a 1.300 eleitores e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) sob Protocolo nº 27.173/2010, no dia 26/07/2010 às 14h46. O registro eletrônico foi feito no dia 24/07/2010 sob nº 21da88549d.

Margem de erro – Para um nível de confiança de 95% este tamanho de amostra (1.300 eleitores) permite erro de até 2,66% para mais ou para menos, nas estatísticas apresentadas para o total da amostra levantada.

terça-feira, 20 de julho de 2010

• JV Lideral pode pagar caro se sair do Estadual


O presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Alberto Ferreira, não acredita que o JV Lideral possa pedir licença ou mesmo abandonar as competições organizadas pela FMF, conforme disse a O IMPARCIAL, na última sexta-feira (16), o próprio presidente do clube tocantino, Walter Lira.Além de deixar o Campeonato Maranhense, programado para iniciar em 8 de agosto, Lira ameaça pedir a transferência de todos os jogos em que será mandante no Campeonato Brasileiro da Série D para Marabá-PA, como forma de conter maiores gastos. As duas medidas seriam tomadas a partir de hoje, quando ele prometeu apresentar os pedidos na Federação.

Enquanto Walter Lira ameaça deixar as competições da Federação Maranhense, o presidente da FMF não acredita que o fato seja ratificado. “Creio que tudo possa ser contornado e o clube não faça isso. Não acredito nisso”, afirmou Ferreira.

Apesar da convicção, Alberto Ferreira informou que o JV Lideral será bastante prejudicado caso venha a abandonar as competições da FMF. “Infelizmente, se isso acontecer, o clube terá que cumprir as sanções da Justiça Desportiva, dentre elas multa e rebaixamento”, disse Ferreira, embora não soubesse precisar no momento o valor da multa que pode vir a ser imposta. Em relação à transferência das partidas do JV para o Pará, o presidente da Federação e o diretor técnico da entidade, José Alberto de Moraes Rego, disseram ser isto impossível porque fere o regulamento do Brasileiro. Segundo o artigo 25 do regulamento da competição, “o mando de campo das partidas será exercido no limite da jurisdição da federação a que pertença o clube mandante, exceto em situações excepcionais, a critério do Departamento de Competições (DCO) e de acordo com o Regulamento Geral de Competições (RGC). (O Impacial)

segunda-feira, 19 de julho de 2010

• STF Dividido

Está no blog do Cláudio Humberto:

Especialistas no comportamento do Supremo Tribunal Federal acham que o voto da ministra Ellen Gracie pode até decidir se a Lei Ficha Limpa valerá para as eleições deste ano. O STF parece dividido: de um lado, os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Marco Aurélio Mello seriam contrários à sua vigência imediata. Favoráveis à aplicação da Lei este ano estariam ministros como Ricardo Lewandowski, presidente do Tribunal Superior, e seu antecessor no cargo, Carlos Ayres Britto.

• Desse Jeito...

Há quem diga que o presidente Lula já garantiu a Sarney que visita o Maranhão, em data a ser confirmada, com o compromisso de subir em palanque e pedir votos para Roseana. Para garantir o privilégio, segundo a língua afiada de um planaltista, Sarney fez Lula saber que, se o presidente não vir, o próprio Sarney terá que se licenciar do Senado e transferir o cargo para o senador Marconi Perilo, que é do PSDB de José Serra.

• Outra Ameaça

A maior ameaça contra a candidatura de Dilma, porém, está no campo jurídico. A vice-procuradora eleitoral de São Paulo, Sandra Cureau, revelou que está analisando as fitas com imagens do lançamento do edital do trem-bala, em que o presidente Lula enaltece a figura da companheira. Sandra Cureau pretende pedir a impugnação da candidatura petista, por abuso de poder econômico e uso da máquina pública.

• “Dilma-Móvel”

Pensadores da campanha da Dilma, dentre eles o presidente Lula, andam preocupados com o estado de saúde da candidata, submetida a retirada de tumor cancerígeno em estado inicial, e ainda em tratamento. Alguns compromissos já foram adiados e outros cancelados. Os médicos de Dilma receiam um quadro de infecção, por isso aconselham que ela evite contatos com multidões. A coordenação da campanha pensa na viabilidade de um “papa-móvel” para uso exclusivo da dama de ferro.

• Tirando a Dúvida

Um dia, Lula declarou: “Na verdade, não sei quando sou presidente ou quando sou candidato”. No outro dia, José Simão, da Editoria de Humor da Folha de São Paulo, respondeu: “Quando ele está fazendo merda é presidente; quando está prometendo merda é candidato”. E completou: “Quando ele sabe tudo é candidato; quando ele não sabe nada é presidente”.

• Medindo Forças

Noticias sobre dois mil veículos na carreata de Flávio Dino em Caxias. Contagem de duas mil pessoas no lançamento da candidatura de Roseana Sarney na AABB, em Imperatriz. Se os números não foram fabricados pelos organizadores dos atos políticos ou bajuladores, os dois candidatos começaram muito bem o caminho rumo às urnas.

• A Lista

As cinco piores escolas do Brasil estão em São Luis, Buriticupú, Itaipava do Grajaú e Bacuri. A informação foi divulgada ontem para todo o Brasil pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, com base no Enem 2009. No ranking estadual, as 10 melhores escolas são das redes federal e particular, todas de São Luis. O Estado dominou também a lista completa das 10 piores escolas. Na classificação pública, destaque para o Município de Montes Altos, com o 7º lugar dado ao desempenho da C. E. Parsondas de Carvalho. Imperatriz só aparece na relação das 10 melhores com a 9ª colocação da C. E. Adventista entre as escolas da rede privada.

• Que País é Esse?

A meu ver, um presidente que não quer ser exemplo de respeito às Leis não tem moral para administrar nem a própria casa. O problema é que o Brasil do Lula virou um mar de impunidades, dos mensalões às eleições 2010. Lula usa dos benefícios do cargo e da popularidade para desafiar os tribunais ou o faz com a aquiescência dos juízes, ministros, desembargadores, grande parte deles atolados em irregularidades acobertadas pela Casa do Presidente. Um faz, o outro sorri. Amanhã deve sair a multa que Lula vai pagar com dinheiro que não é dele, quem sabe saia da mala do Roberto Arruda, do Zé Dirceu, do Paulo Valério ou do Fernando Sarney. E será um valor irrisório em face do custo-benefício da propaganda que ele fez em favor da candidatura fabricada nas coxas da desfaçatez, da negligência, do deboche e da anti-democracia. Lula me faz repensar a velha frase “cada País tem o governo que merece”. Talvez a lógica seja “cada governo tem o presidente que o País merece”. Por que é esse desgoverno que merecemos enquanto estivermos elegendo lulas, sarneys, dilmas, galdinos, magalhães, serras, jacksons e outras avacalhações.

• Desculpas Esfarrapadas

Na terça-feira passada Lula cometeu crime eleitoral ao elogiar Dilma em evento oficial. No dia seguinte foi mais cara-de-pau ainda quando, com a desculpa de pedir desculpas, voltou a fazer propaganda da candidata em cerimônia assistida pelo presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, que sorriu quando Lula citou o nome da candidata do Planalto. O Ministro disse a jornalistas que "o TSE não age, apenas reage. Vamos examinar esse caso quando chegar ao TSE. Tudo depende do contexto e das provas que integram o processo”.

• Ela Não é Doida...

... nem baiana, nem come meleca, mas já rasgou dinheiro. Veja trecho sobre a infância de Dilma em biografia encontrada no site oficial da campanha: “Certo dia, bateu à porta um menino tão magro e de olhos tão tristes que ela rasgou ao meio a única nota que tinha. Ficou com metade da cédula e deu a outra metade ao menino. Dilma não sabia que meio dinheiro não valia nada. Mas já sabia dividir”.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

• Devolve o Título, Serra!

Duas horas depois de receber o título de Cidadão Ludovicense, ontem, em São Luis, o presidenciável José Serra tratou com rispidez o repórter Mário Carvalho, da Rádio Capital AM, de propriedade do também tucano Roberto Rocha. Ao ser perguntado, em coletiva, ao vivo, sobre o que faria para diminuir sua impopularidade no Nordeste, Serra reagiu: “Eu não sei aonde você viu isso. Vamos fazer uma coisa, você quer fazer propaganda pra Dilma? Eu acho legítimo que sua rádio e você façam campanha para Dilma. Não tenho nada a me opor. Agora não venha falar mentira. Tudo bem, faz a campanha direto (pra Dilma)”.

Ainda sobre a visita do candidato tucano à presidência da República a São Luis, veja o que está postado no blog do Constantino:

"Ao contrário de uma grande recepção que esperava ganhar em São Luís, o candidato à presidência da República, José Serra, passou por uma grande decepção.

Fizeram tudo errado. Coisa de amadores. E olha que do lado de Serra, no Maranhão, só tem raposa velha.

Serra foi obigado a descer no hangar, entrou em um micro onibus e saiu direto para receber o título de Cidadão de São Luís, na Associação Comercial do Maranhão.

Os manifestantes, cerca de 200 professores em greve da rede municipal de ensino, não tiveram a oportunidade de olhar o candidato.

O melhor momento foi mesmo na Associação Comercial. De lá, Serra deu entrevistas para duas emissoras, Rádio Capital e TV Cidade.

Serra não evitou o embate público, foi a coordenação da visita que impediu a caminhada e o contato mais próximo do candidato com o eleitor. "

• Crime Premeditado

Governando e desgovernando à sombra da Lei, o presidente Lula voltou a cometer crime eleitoral ao citar o nome da candidata Dilma Rousseff no evento oficial de lançamento do edital do trem-bala, terça-feira, em Brasília. “A história a gente não pode esconder por causa da eleição”, disse o presidente, que já foi multado quatro vezes por propaganda eleitoral antecipada.

Hoje o presidente da República foi reiscindente quando referiu-se ao mesmo assunto. Com a desculpa de pedir desculpas pela intransigência eleitoral, voltou a fazer propaganda da candidata em cerimônia assistida pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral. Ricardo Lewandowski, que sorriu quando Lula citou o nome de Dilma, disse a jornalistas que "o TSE não age, apenas reage. Vamos examinar esse caso quando chegar ao TSE. Tudo depende do contexto e das provas que integram o processo”.

O descaramento oficial só não esconde que o Poder Judiciário está subjugado ao Poder Executivo. O presidente sempre sabe o que está  fazendo ou falando. A Justiça é que sempre faz de conta que não vê nem escuta.

• Convidado

José Sarney pediu ao presidente Lula que agende visitas ao Maranhão e ao Amapá durante a campanha eleitoral. O pai de Roseana Sarney quer garantir que a popularidade do presidente da República puxe votos para seus dois candidatos.

• Aumentando

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão deve começar nesta quinta-feira o julgamento das ações de impugnação contra candidaturas para as eleições de 2010. Com as ações protocoladas ontem, o número de candidatos impugnados subiu para 115, o equivalente a 18,5% das 621 candidaturas registradas. Cinqüenta e três contestações estão enquadradas na Lei da Ficha Limpa, grande maioria por prestação de contas irregulares. Os desembargadores do TRE prevêem que até o dia 5 de agosto todas as ações estejam tramitadas e julgadas na instância estadual.

• Automático II

Semana passada Jackson Lago desembarcou em Imperatriz depois que a aeronave fez algumas arremetidas por causa do tempo fechado, atrasando o pouso em 15 minutos. O repórter conseguiu chegar ao ex-governador à frente do comitê de recepção e, antes até de ajeitar a canopla do microfone, ouviu Jackson dizer-lhe: “o Sarney não tinha o direito de fazer isso”. Tentando ajudar o velhinho a aterrissar de verdade, o jornalista disse: “desculpe, doutor Jackson, eu ia perguntar como está a sua saúde”.

• Automático

Tenho a impressão de que Jackson Lago não terá programa de governo na campanha deste ano, assim como José Reinaldo não vai gastar tempo preparando discursos ou se preocupando com propostas de trabalho para eventual investidura no cargo de Senador da República. Os dois estão ligados no automático. Até a crucificação de Jesus Cristo teria sido ordenada por José Sarney, segundo a teoria política da dupla.

• Pé na Estrada

A coordenação de Roseana Sarney confirma que a campanha oficial na região Tocantina começa nesta quinta-feira, em Imperatriz. A caravana espera receber grande público às 17 horas na AABB. Duas horas antes o advogado Daniel Macedo lança sua candidatura a deputado estadual com caminhada à partir das 3 horas da tarde, na entrada da Vila Lobão.

terça-feira, 13 de julho de 2010

• Na Carona de Serra

Jackson Lago desembarca em Imperatriz no mesmo dia, em vôo comercial. Vai direto para compromissos em João Lisboa, Senador La Rocque, Buritirana e Amarante do Maranhão. A visita a Imperatriz nesta terça-feira acompanhado do presidenciável José Serra, foi descartada. O tucanato imperatrizense é que vai a São Luis prestigiar o primeiro compromisso oficial de José Serra na Capital do Maranhão. Assessores teriam sugerido a José Serra certa cautela com a candidatura incerta de Jackson. Ou seja: Jackson é que vai pegar carona no evento de José Serra em São Luis.

• O Primeiro Desafio

O primeiro e difícil teste de Ildon Marques & Grupo é a recepção à governadora em Imperatriz, quinta-feira, para a inauguração do comitê eleitoral da coligação O Maranhão Não Pode Parar. Os cuidados são muito grandes. Alguns secretários que acabam de deixar cargos no Governo do Estado chegam à Imperatriz ainda hoje para preparação do terreno. Sérgio Macedo, Olga Simão e Hildo Rocha vêm acompanhados do coordenador geral da campanha, o prefeito licenciado de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva. Entre as estratégias está o envolvimento do maior numero possível de lideres políticos e comunitários de toda a região para conversas com a candidata do PMDB.

• Amizade ou Gratidão

Em poucos minutos de conversa com um dos colaboradores mais próximos de Ildon Marques, o rapaz diz não entender como ou porque o nome do chefe foi parar na relação de impugnados se não há, segundo ele, publicação de contas irregulares nem no TCE, nem no TCU. O interlocutor ameniza: Ildon não está motivado a disputar cargo público, pelo menos por enquanto. O ex-prefeito está à disposição da governadora Roseana Sarney e vai ajudar a elegê-la, sem barganha de nenhum tipo, garante a mesma pessoa.

• Decepção Vermelha

A onda vermelha não passou de marolinha no primeiro ato público da campanha do comunista Flávio Dino em Imperatriz. A manifestação reuniu cerca de 60 pessoas e não provocou a turbulência esperada, nem na principal avenida da cidade. Flávio tem que se cuidar para que o tsunami planejado não se transforme na versão 2 da onda João Batista.

• Chico Milagre

Pelo menos 20 economistas de todas as partes do Mundo devem desembarcar em São Luis nas próximas horas, atraídos pela reportagem na coluna Painel, da Folha de São Paulo, sobre o enriquecimento estupendo do candidato a deputado federal pelo PMDB, Chiquinho Escórcio.

Em apenas 48 meses a fortuna do dedicado colaborador de Roseana Sarney passou de 2 milhões e 400 mil reais para 26 milhões e 800 mil reais. O milagre da multiplicação escorciana rendeu mais, muito mais que o milagre da multiplicação divina. Outra diferença é que o milagreiro maranhense não comunga partilhar. Pelo que se espera também que o eleitor não partilhe com Chiquinho do direito sagrado do voto.

sábado, 10 de julho de 2010

• 80 Impugnados. Por Enquanto.

  
Começa a correria de coligações, partidos e candidatos pela legalidade de candidaturas registradas na Justiça Eleitoral e contestadas pela Procuradora Regional Eleitoral do Maranhão, Carolina da Hora. As primeiras relações dividem ao meio 80 nomes com dois aspectos motivadores: 40 registros enquadrados na Lei da Ficha Limpa e por condenações no TCE e no TCU; e quarenta nomes impugnados por problemas com a desincompatibilização.

É importante observar que as ações de impugnações apresentadas pela PRE não excluem em definitivo as candidaturas contestadas. O Tribunal Regional Eleitoral tem até o dia 5 de agosto para julgar esses processos, podendo ainda ser apresentados recursos ao Tribunal Superior Eleitoral.

Dos nomes mais ligados à região Tocantina, estão na lista de impugnados com base na Lei da Ficha Limpa e contas irregulares no TCE e no TCU, os de CLEBER VERDE, ex-servidor federal demitido a bem do serviço público; ILDON MARQUES DE SOUZA, ex-prefeito de Imperatriz com problemas em tribunal de contas públicas; JACKSON LAGO, cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral por captação ilícita de votos e abuso de poder econômico; e SARNEY FILHO, que também tem condenação por conduta vedada.

Por ausência de documentos de desincompatibilização, aqueles casos em que o candidato não apresentou a certidão de afastamento legal do serviço público, estão enquadrados EDSON VIDIGAL, WASHINGTON OLIVEIRA, RAIMUNDO MONTEIRO, SAULO ARCANGELI, TEREZINHA FERNANDES e VALERIA MACEDO – esta última irmã do prefeito de Porto Franco, Deoclides Macedo, de quem foi Secretária de Saúde até o ultimo dia de março deste ano. “Em alguns casos, sabemos que o candidato pediu sua licença, mas o documento não foi apresentado”, explicou a Procuradora.

No caso especifico de candidato ao Senado JOAO ALBERTO DE SOUZA, a representante da PRE informou que “ele participou de atos de governo, o que não poderia durante seis meses antes do registro de sua candidatura, bem como substituiu a governadora do Estado no cargo”.

A Procuradora garante que até a próxima quarta-feira fecha a relação de impugnáveis, provavelmente com mais 3 novos nomes.

"Tudo que se encaixa na nova lei será alvo de ações de impugnações", declarou a procuradora.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

• Daniel Macedo Estréia Blog


Num País onde a internet é mais usada para propaganda negativa do que para mobilizar os eleitores ao trabalho de campanha, a internet vai desempenhar papel fundamental para os candidatos pela primeira vez nas eleições 2010. E já tem gente aproveitando muito bem essa ferramenta poderosa. O candidato a deputado estadual pelo PMN, Daniel Macedo, acaba de estrear seu blog oficial. Temas interessantes, idéias construtivas, sugestão principalmente para os jovens que, no artigo Sou Jovem, Sou Cidadão, são convidados pelo candidato do PMN a fazerem uma política onde a juventude seja de fato a prioridade em uma administração. Visite http://danielmacedopmn.blogspot.com/.

• Apelação

Sou do tempo em que imagens sangrentas em jornais impressos e televisados era coisa pra jornalismo pequeno. Parte da imprensa imperatrizense abusou do sensacionalismo esta semana, fez o público dividir ou desistir da hora sagrada do almoço e da família com cenas extremamente violentas, sangrentas, tétricas, como o corpo da jovem suicida Rayanna sob a passarela do viaduto e as pequenas partes do que restou do corpo do homem que trilhou o caminho da morte em João Lisboa. Jornalismo apelativo, bandeira 2 na versão mais cruel, traumatizante. Foi muita apelação, excesso de falta de ética. Como se não bastassem as notícias sobre o corpo desossado da Luzia Samúdio servida de jantar para cachorros pelo goleiro Bruno.

Não dá ibope, não vende, não melhora o conceito da emissora, nem do jornal, nem do profissional. Tem gente que gosta, tem gente que detesta. Tem gente que não gosta e nem vê, e tem aqueles que vêem e não gostam. Eu, por exemplo, sou radicalmente contra. O Thimóteo também, o Charles idem, o Aldemir nem pensar, e o César garante que nem assiste aos jornais locais exatamente pra não ver certos absurdos. Um grupo de cinco pessoas numa mesma sala... Já é um parâmetro.

• Contra

Na contramão dos interesses justos e merecidos dos policiais, eis os parlamentares que votaram contra: Flávio Dino (PCdoB), Clóvis Fecury (DEM), Gastão Vieira (PMDB), Nice Lobão (DEM), Pedro Novais (PMDB), Pinto da Itamaraty (PSDB), Ribamar Alves (PSB), Zé Vieira (PR), Roberto Rocha (PSDB).


• A Favor

Anote o nome dos deputados federais maranhenses que votaram pela aprovação da PEC 300, que defende a unificação dos salários aos militares e dos bombeiros em todo o País: Carlos Brandão (PSDB), Cleber Verde (PRB), Davi Alves Silva Júnior (PR), Domingos Dutra (PT), Julião Amin (PDT), Pedro Fernandes (PTB), Professor Sétimo (PMDB), Sarney Filho (PV), Waldir Maranhão (PP).

quinta-feira, 8 de julho de 2010

• A Marca do Brasil


Lançado oficialmente ontem em Joanesburgo, na África do Sul, a logomarca oficial da Copa do Mundo 2014, no Brasil, foi escolhida por famosos e entendidos, como Ivete Sangalo (toc, toc, toc), Oscar Niemeyer, Hans Donner, Ricardo Teixeira (Ave Maria, Cheia de Graça...) e Gisele Bündchen. A imagem tem o desenho da Taça do Mundo formada por mãos em verde e amarelo, e o ano da Copa. Notáveis á parte (e que se danem eles), a minha interpretação é simplezinha: a marca é o próprio símbolo da roubalheira e da corrupção, dos ladrões que escravizam o Brasil. Representa com propriedade os políticos e dirigentes brasileiros que metem a mão no dinheiro público. Aquelas mãos são as mãos do Ricardo Teixeira, do Zé Dirceu, do Carlos Alberto Ferreira. Um dos dedos deve ser do Paulo Maluf, outro do Jackson, outro do Paulo Valério, provavelmente dois ou três do Raimundo Boca Quente. Vou até sugerir ao comitê organizador da Copa 2014 que seja feita uma réplica gigante do símbolo para colocação na Praça dos Três Poderes, aquele amplo espaço aberto na Capital Federal entre os três edifícios monumentais que representam os três poderes da República. Aliás, se você reparar bem na imagem, vai ver que uma das mãos só tem quatro dedos.

• Atualizando

A relação que está no site oficial do TSE ainda não é a definitiva. Neste momento apresenta 601 nomes. A ultima atualização da página DivulgaCand2010 (antes de fechado este tópico) foi feita às 14h21m. Só a coligação O Maranhão Não Pode Parar, de Roseana Sarney, deve fazer o registro de 400 candidatos a deputado estadual e 84 candidatos a deputado federal. Para os mesmos cargos, a coligação O Povo é Maior, encabeçada por Jackson Lago, deve registrar 96 candidatos, 20 a menos que a coligação Para Mudar o Maranhão, de Flávio Dino.

• Está na Rede

O Tribunal Superior Eleitoral disponibilizou ontem (quarta-feira) a relação de pedidos de registros de candidaturas para as eleições deste ano no Maranhão. Até este momento são 540 registros, todos na situação “aguardando julgamento”, já que o período para os pedidos de impugnação deve ser aberto até o dia 10, sábado. A legislação permite que o pedido de impugnação seja feito em um prazo máximo de cinco dias a partir da publicação do registro do candidato no Diário Oficial. Esse pedido pode ser feito à Justiça Eleitoral por qualquer candidato, partido político, coligação e ainda pelo Ministério Público, seja Estadual ou Federal.

• Opinião

De um leitor, sobre a escolha de pastor Porto para vice de Jackson Lago: “É uma péssima escolha do Jackson. O vice deve ter ou dinheiro ou voto. Esse Pastor não tem nenhum nem outro. Nesse caso, seria melhor escolher um padre ou um macumbeiro”.

• Inércia

As tragédias de Alagoas e Pernambuco são emblemáticas de um País burocrático administrado por ignorantes irresponsáveis. Os três níveis de governo não investem em obras de prevenção, preferindo gastar e aparecer à custa da desgraça das vitimas. O programa de Prevenção e Preparação para Desastres gastou esse ano apenas 39 milhões de reais em contenção de encostas, drenagens, desassoreamento e canalização de rios. Já os gastos com respostas aos acidentes, incluindo ações de socorro e assistência a pessoas, aquisição de barracas, colchões, alimentos, etc, foi da ordem de 542 milhões de reais.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

• Sem Futuro


A notícia da candidatura de Bene Camacho, informada com exclusividade por este blog na terça-feira, dia 6, foi festejada por muita gente boa. De uma hora para outra o médico acabara se transformando numa referência de peso para a candidatura de Roseana Sarney no maior município da região onde a votação da filha de Sarney foi fiasco na eleição de 2006. Simpático, receptivo, sempre alegre e bom de papo, o conhecidíssimo e conceituado médico Bene Camacho puxou maioria dos votos que Roseana teve em Imperatriz na campanha que levou Jackson Lago ao Palácio dos Leões. Em contrapartida, o sem-voto que pediu a cabeça de Bene Camacho é uma das figuras mais rejeitadas da história política do Maranhão. Incapaz de sair das urnas imperatrizenses com mais votos que o número de frequentadores diários da Banca do Chico.

• Bene Camacho Descartado


A mesma fonte que me passou como certo o registro da candidatura do médico Bene Camacho acaba de informar que a coisa deu pra trás. O agora ex-quase candidato continua em São Luis, mas não deve entrar na relação definitiva de candidatos que concorrerão nas Eleições Gerais de 2010. Consta que a própria governadora Roseana Sarney pedira hoje que Bene revogasse o pedido irrevogável que ela mesma fizera em reunião de ultima hora, domingo. As últimas informações da conversa que acabo de ter com minha fonte privilegiada levam a crer que um sem-voto com muita influência no grupo de Roseana Sarney fez beicinho de ciúmes e exigiu a ausência do médico imperatrizense na disputa. Se assim foi, Roseana pode ter trocado 29 mil por quase nada, o que pode representar também que as coisas andam pra lá de boas nas pesquisas internas da coligação O Maranhão Não Pode Parar. Conclusão: se Roseana não parar com essas brincadeirinhas, a campanha vai acabar na lata de lixo.

• Sob Suspeita

Políticos maranhenses que por ventura escaparem da Lei da Ficha Limpa poderão ser enquadrados pelo Tribunal Popular do Judiciário, mesmo que o desgaste ocorra só pelas denúncias que serão levadas a público ainda antes das Eleições Gerais de 2010, conforme prevêem os coordenadores do movimento ligado à Confederação Nacional dos Bispos do Brasil. O Tribunal Popular está preparado para espalhar pelo Brasil pelo menos 600 denúncias contra juízes, desembargadores e promotores envolvidos em crimes dos mais diversos, e estarrecedores.

A cruzada do Tribunal Popular parece ter alvo certo: José Sarney e o poderio que o presidente do Senado exerceria sobre os cavalheiros de toga por ele conduzidos aos tribunais do Maranhão e de Brasília. Especula-se que o desembargador Raimundo Cutrim, atual presidente do Tribunal Regional Eleitoral, seria um dos alvos principais da saraivada de denúncias. Uma espécie de intimidação antes do processo eleitoral que pode ser decidido entre Roseana Sarney, filha do senhor das indicações, e Jackson Lago, tido e auto-intitulado como uma das maiores vitimas das supostas tramóias sarneysistas.

terça-feira, 6 de julho de 2010

• Perdendo Pontos. E votos.


Flávio Dino vai perder muitos votos com a exclusão de Imperatriz da chapa majoritária. Diretórios do PPS e do PCdoB em toda a Região Tocantina não conseguem assimilar a indicação e definição do próprio candidato ao nome da psicóloga Myosótis Lúcio, pouco conhecida no bairro onde mora e totalmente estranha nas bandas de cá. O maior receio dos correligionários e militantes flavistas é com o perfil desenhado pelo candidato. Acham que Flávio Dino está impondo e decidindo, à revelia dos companheiros de partido e coligados. Poderão cobrar explicações sexta-feira, quando o comunista visita Imperatriz pela primeira vez depois de registrada a candidatura.

• Maluf Maranhense

A quem o doutor Jackson Lago acha que engana ao afirmar que "ninguém na vida pública do Maranhão tem a vida e a ficha mais limpa" do que a dele? Uma coisa é ser pobre, outra coisa, e bem diferente, é ser um pobre condenado na Justiça e sair-se de vítima Maranhão afora transferindo responsabilidades. Prefiro acreditar que Jackson Lago referiu-se apenas à Lei da Ficha Limpa, que assim ainda dá pra perdoar. Mas as mãos, sobrinhos, coleguinhas de grupo político e até a consciência do pedetista aparecem com muita e gravíssimas freqüências no processo do caso Gautama. Lamentável é achar que nesse comentário não estou exagerando ao comparar doutor Jackson Lago ao ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf: mentirosos, caras-de-pau, dissimulados.

* Inaugurado Residencial Jurivê Macedo

Em solenidade simples para cerca de cem pessoas, o prefeito Sebastião Madeira fez ontem a entrega da primeira etapa das obras do Programa de Aceleração do Crescimento sendo executadas em Imperatriz. As 24 casas do Residencial Jurivê Macedo, no Parque Amazonas, começaram a ser ocupadas imediatamente por famílias retiradas das margens do riacho Capivara impactadas por obras do programa do Governo Federal

Vereadores, secretários municipais, representantes da Caixa Econômica Federal e do escritório do PAC em Imperatriz acompanharam o Prefeito Municipal na visita oficial ao mais novo conjunto habitacional cujo nome homenageia o jornalista Jurivê de Macedo, pioneira na imprensa regional, um dos jornalistas mais lidos, comentados e respeitados do Maranhão, vitimado fatalmente no dia 17 de maio por um acidente vascular cerebral.


O prefeito Madeira destacou a importância que a conquista da casa própria tem para as famílias do Residencial Jurivê Macedo e dos outros bairros que receberão novas unidades habitacionais do PAC. Ao final de três etapas, o programa de moradias entregará 800 casas, quatrocentos das quais em fase de onclusão no Recanto Universitário, que serão doadas a famílias que ainda moram na região do bairro Bacuri atingida pela obras do PAC.

“Ver o Residencial Jurivê Macedo sendo estruturado não imagina o sofrimento dessa gente que durante muito tempo viveu até sem perspectiva. Cada família aqui abrigada agora recebe um patrimônio precioso, um bem para toda a vida, emocionou-se o prefeito Sebastião Madeira ao comentar a importância da moradia popular.

A chave da primeira unidade habitacional foi entregue à dona Maria José Rodrigues da Silva. A casa nº 13 do Residencial Jurivê Macedo simboliza a sorte na vida dela, do marido e dos filhos, que passam a morar, viver e conviver numa construção de boa qualidade com sala, 2 quartos, cozinha, banheiro e lavanderia. “O que estamos recebendo não é só uma casa, é dignidade, é um endereço”.


• Definição

Marcos Silva, candidato do PSTU ao Governo do Maranhão, ao falar sobre a candidatura do concorrente Flávio Dino (PCdoB): “É transitória porque tem trânsito dos dois lados. O PCdoB hoje é uma legenda de aluguel. O grupo do Flávio Dino alugou o PCdoB em 2006 (para desenvolver um projeto político). Eles estiveram nos dois primeiros governos Roseana”.

• última hora: BENE É CANDIDATO


Para alegria de milhares de eleitores, preocupação de centenas de cardiopatas e felicidade geral do PMDB, o médico Bene Camacho acaba de registrar candidatura na Justiça Eleitoral para disputar vaga na Câmara Federal. A decisão de ultima hora saiu de horas de reunião em que a governadora Roseana Sarney não aceitou a ausência do médico de Imperatriz nas eleições de 2010. É o segundo nome imperatrizense confirmado na disputa. O outro candidato a federal é Edmilson Sanches.

A entrada de Bene no páreo eleitoral sugere mudança na base de cálculos feitos diariamente pelas coordenações de campanha de todo o Maranhão. Na disputa pelo mesmo cargo quatro anos atrás, Bene Camacho cravou 28.496 votos, ficando como 28º candidato a deputado federal mais bem votado no Maranhão nas Eleições 2006. Assumiu quando Albérico Filho teve que ir para a Prefeitura de Barreirinhas. Na lista de parlamentares com melhor índice de presença nas sessões da Câmara dos Deputados, Bene Camacho ocupou o segundo lugar entre os parlamentares maranhenses, embora tenha permanecido no cargo por apenas 4 meses.

A candidatura agora confirmada de Bene Camacho provoca mudanças na configuração de dobradinhas. É quase certo que o médico do coração vai juntar-se ao candidato a deputado estadual Daniel Macedo, nas ruas, nos palanques e nos cartazes de campanha. Antes de definida a candidatura de Bene, o advogado Daniel Macedo tinha parceria política acertada com o ex-secretário de Estado Luciano Moreira.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

• Rancor Comunista

Flávio Dino tem um problema sério para resolver logo no início da campanha: a rejeição da militância aos nomes e às figuras do presidente Lula e da candidata Dilma Rousseff. Os companheiros não conseguem digerir a aliança do PT com o PMDB enfiada goela abaixo pelo Palácio do Planalto e pela cúpula nacional do partido em detrimento do PCdoB.

Nos últimos eventos do candidato vermelho maranhense, os radicais petistas vaiaram as citações do nome do presidente da República. Na convenção de quarta-feira os apupos foram tão fortes e duradouros que nos 40 minutos do discurso final do candidato a governador o próprio Flávio Dino se esqueceu de mencionar os nomes de Lula e Dilma.

• Flávio Exclui Imperatriz

Incorrendo no mesmo erro da candidatura do PMDB, o PCdoB excluiu Imperatriz da indicação do vice-governador de Flávio Dino. O PPS conseguiu emplacar a psicóloga, palestrante e coordenadora do Movimento de Mulheres do partido, Miosótis Lúcio, além de ficar com a vaga de primeiro suplente de José Reinaldo (PSB), cujo nome ainda está sendo fechado.

• Ildon Está Fora

Anunciado ao término da convenção do DEM como candidato a deputado federal, Ildon Marques apressou-se em devolver a tranqüilidade aos candidatos a deputado federal de Imperatriz e dos turistas políticos que aqui tem boa votação. O ex-prefeito permanece segundo suplente na chapa do peemedebista Edison Lobão. O primeiro suplente é Edinho Lobão.

• Enquanto Isso...

... na sala dos desesperados, tem empresário que ainda não desistiu de candidatura porque o orgulho, a teimosia e a ganância não lhe permitem. Não aceita sugestões nem conselhos de grupos de amigos que lhe imploram para adiar o projeto de disputar uma vaga na Assembléia Legislativa. Está mesmo disposto a transformar em pesadelo o sonho ainda distante de sair de Imperatriz com 15 mil votos e o mesmo tanto nos outros 116 municípios maranhenses. Há quem diga que o rapaz anda de olho é na coordenação da campanha do patrão.

• Incomodando

Sobre a impiedosa onda de críticas e denúncias gratuitas e vazias contra Daniel Macedo, o experimentado parlamentar é lacônico: “não se atira pedra em árvore que não dá fruto”.

• Grata Surpresa

Converso com um deputado federal que já passou oito anos na Assembléia Legislativa, coordenou campanhas em nível estadual, é candidato a reeleição e considerado um dos políticos mais inteligentes e experientes do Maranhão. No assunto, a pré-candidatura do jovem advogado Daniel Macedo. “É uma das melhores surpresas da política regional. Jovem e inteligente tem um discurso consistente e bem elaborado em torno de projetos viáveis, de grande alcance social, nada mirabolante”, analisa o expert, lamentando que a configuração por causa das coligações não lhes permita – ele e Daniel – cruzarem juntos o Estado.

• Retrospecto Sangrento

Muito interessante e oportuno o trabalho jornalístico feito pela versão on-line do jornal Correio de Imperatriz sobre os assassinatos com requintes característicos de pistolagem registrados na cidade. A postagem Imperatriz: sete crimes de pistolagem em 100 dias é um retrospecto que chama a atenção por alguns aspectos. Das 7 pessoas assassinadas em Imperatriz nos últimos 100 dias, seis eram homens, quatro dos quais comerciantes ou empresários. Três dessas vítimas estavam de passagem por Imperatriz quando foram executadas. A reportagem simplesmente reforça o título dado pelo jornalista Roberto Cabrini à segunda maior cidade do Maranhão: Imperatriz, capital da pistolagem. Infelizmente.

• Sem Volta

O presidente Lula não se empolga mais quando o assunto é retorno ao Palácio do Planalto em 2014. Ele acha que é papel de políticos fracos e mau caráter elegerem sucessores inexpressíveis só para voltar ao cargo depois. Garante que Dilma tem “tudo de melhor” para fazer um bom governo e pleitear um segundo mandato. Com a ajuda dele, de novo, como cabo eleitoral.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

• Futebol Aprisionado


Além da desorganização irresponsável da FMF, das armações para favorecer times da capital e da completa falta de apoio aos times interioranos, o futebol maranhense agora é caso de polícia. Jogadores do Moto Clube alojados em hotel da capital foram escorraçados com direito a passagem por delegacia. E dirigente ainda se deu ao vexame de dizer que a culpa é de não sei quem, que prometeu não sei o que, e outras asneiras. Um futebol de lixo no País do futebol de luxo.

Como na política, o futebol maranhense é feito por dirigentes velhos e viciados, corruptos, até. Quando o interesse não é politiqueiro, a má gestão leva os clubes para o lamaçal. Quem se interessa em investir em projetos fracassados de timecos acabados, como o Moto Clube, o Sampaio e o Maranhão? Ainda imune dos micróbios que corroem os ex-grandes, os recém-nascidos IAPE  e JV Lideral merecem crédito. Inclusive pelas conquistas recentes.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Viver em Pernambuco e Alagoas


Estou triste com as notícias da tragédia que vitimou dezenas de milhares de pessoas em Alagoas e Pernambuco. Fiquei sabendo que parte do Nordeste ruiu sob a fúria das chuvas. Cidades inteiras desabadas, literalmente riscadas do Mapa. Quase 50 pessoas encontradas mortas, famílias completamente destruídas, materialmente. Porque o espírito, este Deus preservará. Aos sobreviventes do tsunami nordestino, a difícil missão de recomeçar a vida, maioria do zero, do nada. Ontem vivendo em família sob um teto mesmo que de madeira aproveitada, palafitas sem geladeira, com pouca comida. Hoje sem irmãos, sem pai nem mãe, amigos soterrados e enterrados. Quase 70 mil homens, mulheres, crianças, velhinhos, deficientes, surdos e mudos gritando de fome, de angústia, desesperados, abrigados e alojados em casas de parentes e amigos, nas poucas escolas e igrejas preservadas pela angustiante reação da natureza contra a ação amaldiçoada do próprio homem

Recomeçar a vida em Alagoas e Pernambuco não tem sido tarefa fácil. É privilégio para uma parcela dos vitimados, porque a solidariedade de milhares de brasileiros em situação menos degradante ainda não é suficiente para salvar a dignidade e resgatar a força de vontade de viver daqueles que sobreviveram testemunhando a morte de parte da própria vida.

Não sei se faço da melhor forma, mas o que faço neste momento é um convite para que cada um de nós arrume as malas e programe uma viagem para Alagoas e Pernambuco, ao mesmo tempo. Na minha mala colocarei as roupas que não uso e as de pouco uso. O sapato velho, as sandálias de dez meses e os tênis que pendurei em dezembro quando comprei um Rebook com parte do 13º Salário. Levarei arroz, feijão, óleo, macarrão e biscoito. Quero partilhar do sofrimento daquele povo. Estou desejando comer arroz casado com aquelas crianças que dormem com fome e acordam sem ter o que comer. O capitão de arroz molhado que minha Vó comia e partilhava comigo, eu os vou dar aos velhinhos que perderam os filhos e os netos e agora estão sozinhos, sem ter o que comer, na angustiante tragédia de Pernambuco e Alagoas.

Pensando bem, acho que vou colocar tudo numa caixa e mandar pelos Correios. O dinheiro das passagens dividirei ao meio e enviarei uma parte para Pernambuco e a outra para Alagoas. Se eu achar que a bagagem é pouca, vou pedir um pouco de cada coisa ao vizinho, aos amigos e aos colegas de trabalho, inclusive uns lençóis e cobertores para proteger do relento os pernambucanos e alagoanos que perderam tudo com a fúria do tsunami nordestino. Acho que com essa ajuda contribuirei também com a reconstrução de pelo menos uma casa das tantas que foram destruídas na tragédia de Pernambuco e Alagoas.

Pernambuco - Nos 54 municípios afetados pelas chuvas, 9 decretaram estado de calamidade e outros 30 estão em situação de emergência. A Polícia, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil já contabilizam 15 mortos e mais de 40 mil pessoas desabrigadas e desalojadas.

Alagoas - Quinze municípios em situação de calamidade pública, quatro em situação de emergência, 181 mil pessoas atingidas direta ou indiretamente pela catástrofe registrada em Alagoas no último final de semana, com saldo negativo de 29 mortes. 607 pessoas continuam desaparecidas e mais de 27 mil homens, mulheres e crianças estão desabrigadas.

• Ajuda

Abaixo as informações para quem quiser fazer doação em dinheiro para minimizar o sofrimento do povo de Pernambuco e Alagoas:

Favorecido: C B M AL Defesa Civil – Alagoas – Agência: 3557-2 - Conta corrente: 5.241-8

Favorecido: CCFBB - SOS – Pernambuco - Agência: 1836-8 - Conta corrente: 100.000-4

terça-feira, 22 de junho de 2010

* Blog descaracteriza matéria do Congresso em Foco

Encaro notícia como coisa séria, e com a seriedade devida repasso aos leitores as notícias às quais sempre adiciono comentários ou informações locais, adaptando-as ao nosso dia-a-dia para melhor compreensão no contexto regional e/ou local. Essa é a linha do blog Jurivê Filho. Se não agrada a todo mundo, pelo menos me agrada e não me tira o sono, nem a dignidade. Não mancha a minúscula parte da riqueza editorial que herdei de meu pai.

Dito isso, avanço nesta postagem para informar que acabo de me deparar com notícia postada no blog Eduardo Telles – Em busca da Justiça, em que está escrito: Deu no congresso em foco: PDT com Jackson Lago ganha do PMDB de Roseana Sarney.

Refere-se o post a extensa reportagem especial intitulada As Chances do PMDB Estado a Estado, publicada dia 21 de junho de 2010, assinada por Mário Coelho, Lúcio Lambranho e Rudolfo Lago, do site congressoemfoco.uol.com.br. A análise sobre o quadro político no Maranhão é exatamente a que transcrevo abaixo, ipsis litteris, letra a letra:

“Maranhão

No Maranhão, uma antiga polarização pode se repetir nas eleições de 2010. O governador cassado Jackson Lago (PDT) aparece como favorito contra a governadora Roseana Sarney (PMDB). O pedetista tem 46,89% em levantamento feito em abril, enquanto a peemedebista aparece com 32,61%. Já o deputado Flávio Dino (PCdoB), que contava com o apoio do PT, ficou com 4,97%. A pesquisa foi feita apenas com eleitores do município de Timon.

No entanto, decisão da cúpula nacional petista colocou o partido para apoiar a tentativa de reeleição de Roseana. A candidata do PMDB deve ser beneficiada na disputa, caso Jackson Lago seja barrado pela Justiça Eleitoral, pois com as novas regras da lei ficha limpa o candidato do PDT poderá se tornar inelegível. Lago foi cassado pelo TSE em março de 2009 por abuso de poder político.”

Pois bem. Há que se atentar para a informação que destaquei em vermelho, e repito aqui, igualmente em vermelho, e negritada: A pesquisa foi feita apenas com eleitores do município de Timon.

Foi exatamente essa a informação que o blogueiro Eduardo Telles omitiu ao fazer a postagem da matéria, deixando a clara impressão de que o fez para confundir o leitor, quem sabe na esperança de confundir o eleitor que lê, o leitor que é eleitor. Falta de responsabilidade, anti-ético, injusto. Logo o blog “em busca da justiça!”.

Em tempo: Eduardo Telles, como descrito pelo dono do blog em seu perfil, “começou a militância partidária no PDT, onde foi o criador e fundador da JTS que veio se transformar na JS. Participou no PDT do seu primeiro Diretório .”

Abaixo, o endereço direto da matéria no site original:

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticia.asp?cod_canal=21&cod_publicacao=33376

A seguir, o endereço do blog onde está a matéria truncada:

http://blogeduardotelles.blogspot.com/2010/06/deu-no-congresso-em-foco-pdt-com.html

Por ultimo: fiz um Print Scrn da página do blog.

• TCU Entrega Quase 5 mil Fichas Sujas

O Tribunal de Contas da União entregou uma lista de 4.922 "fichas sujas" ao Tribunal Superior Eleitoral. São gestores públicos que tiveram as contas rejeitadas por irregularidade insanável em decisão irrecorrível no tribunal nos últimos 8 anos.

Mas a decisão se esses Prefeitos, Secretários e Dirigentes de órgãos e autarquias públicas poderão concorrer este ano será dada pelos Juízes eleitorais, analisando caso a caso, segundo o Presidente do TSE, Ricardo Lewandowski. A mudança em artigo específico da lei das inelegibilidades, promovida pelos autores do projeto Ficha Limpa, poderá causar dúvidas na exclusão de quem for punido por irregularidades em contas.

Pela lei antiga, a condenação dos Tribunais de Contas era suficiente para causar a inelegibilidade. Agora, a lei fala que é necessário uma condenação por improbidade, que é dada pela Justiça em processo distinto do TCU. Para o Presidente do TCU, Ubiratan Aguiar, a lei poderá ser aplicada e impedir que os condenados concorram. Para Lewandowski, os que estão com contas irregulares, mesmo se concorrerem, poderão ter mandatos cassados depois, caso o entendimento dos tribunais seja diferente.

• A Lei Vai Pegar

Nos acalma, entanto, declarações sérias como as do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, ontem, à Folha de São Paulo: “O eleitor pode ter certeza de que a Justiça Eleitoral aplicará a Lei da Ficha Limpa com o máximo rigor. Ela vai pegar, pois corresponde ao desejo manifestado pela sociedade brasileira de moralização dos costumes políticos.” O ministro afirma não ver possibilidades de o Congresso alterar a lei para as próximas eleições. E diz que "a lei pode tirar do cenário político aqueles que têm um passado reprovável e os que pretendem ocupar um cargo eletivo apenas para benefício próprio”.

• Brincando com a Nossa Cara

Paulo Maluf durante a convenção estadual do PP paulista: “A minha ficha é a mais limpa do Brasil. De trabalho, de realização e 43 anos sem nenhuma condenação. É bom que se diga: sou elegível, sou candidato a deputado federal e tenho 43 anos de ficha limpa de trabalho”.

O blog compara: é a mesma coisa que Fernandinho Beira-Mar dizer em depoimento que é inocente e que o seu envolvimento com o crime organizado é intriga das oposições carcerárias.

Só por causa desse humor negro ele deveria pegar prisão perpétua.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

• Só o Tempo Dirá...

... se Jackson Lago fica impedido de disputar as Eleições 2010 por conta da Lei da Ficha Limpa. Toda e qualquer discussão em torno da candidatura do pedetista deve ficar no vazio até 5 de julho, último dia para os partidos fazerem o registro de candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral. A legislação permite que o candidato que tiver o registro negado recorra. Os ministros do TSE já garantiram que situações como a de Jackson serão resolvidas individualmente no momento da análise do registro.

• Roseana e Washington

De acordo oficial pode falar o PT do Palácio dos Leões, que cumpriu o prometido e decidiu, sábado, o nome de Washington Oliveira para vice de Roseana Sarney. Raimundo Monteiro, presidente do Diretório Estadual, vai disputar cadeira na Câmara Federal, buscando o espaço e os votos deixados pelo companheiro e suplente de deputado federal. A pré-definição da chapa é outro problema que Roseana terá que resolver com o povo de Imperatriz. A cidade pode ampliar o castigo que em 2006 foi aplicado em doses generosas em favor de Jackson Lago.

• Prejuízo

Qual criança que chora pra ganhar um carro e cala-se ao receber um pirulito, Flávio Dino diz que está feliz com o falado acordo porque terá, segundo ele, 80% da militância petista a serviço de sua campanha, inclusive o tempo de rádio e tv das candidaturas proporcionais. De certo mesmo é que na majoritária o comunista ficará apenas com os aproximadamente 150 segundos que lhe dá direito a coligação PCdB-PSB. Ainda é cedo pra perguntar ao Manoel da Conceição se valeu à pena tanto sacrifício.

• Covardia

Até prova em contrário, o “acordo” nos termos divulgados por Domingos Dutra foi invenção do deputado federal maranhense para escapar da própria morte por inanição e da co-responsabilização por uma tragédia maior com Manoel da Conceição. Encerrando a greve pelas desculpas que arranjou, Domingos Dutra se reinveste de coragem para voltar atrás da decisão de abandonar a disputa pela reeleição. Ou seja: ele mente tanto que acaba acreditando na própria mentira.

• Em Desacordo

O Partido dos Trabalhadores ainda não divulgou (ou eu não vi) nada sobre o comentado acordo que teria motivado o fim da greve de fome de Domingos Dutra, Manoel da Conceição e Terezinha Fernandes. O mais sensato, então, é falar em possibilidades. E as possibilidades seriam de o tempo do PT nas eleições maranhenses ser dividido igualitariamente entre PMDB e PCdoB nas candidaturas proporcionais, e os candidatos e militantes da ala anti-Sarney ficarem liberados para pedir votos para Flávio Dino. Duvido das duas coisas.

• Tá Pintando o Hexa

Não entendo como é que milhões de pessoas que acompanham a Copa do Mundo escolheram o gol de Luis Fabiano como o gol mais bonito até agora deste Mundial. Pelo amor de Deus, Galvão Bueno, Luciano do Vale... O enferrujado que chutou uma bola na direção do gol da Coréia do Norte fez aquele segundo gol contra a Costa do Marfim usando o braço duas vezes, com o consentimento cínico do árbitro. Luis Fabiano nem teria concluido o primeiro chapéu se não tivesse apelado e se o juiz não fosse o francês que quis justificar para o Mundo aquele gol de mão do Henry contra a Irlanda pelas eliminatórias da Copa 2010.

Gol bonito não é aquele gol em que se avalia o conjunto da obra? Como é que se explica que os brasileiros condenam o gol "Mão de Deus" feito por Maradona contra a Inglaterra no Mundial de 1986 e hoje endeusam as braçadas do perna-de-pau  agora predestinado a ser um dos artilheiros na África do Sul? Ainda prefiro o golzinho pouco destacado do Elano, feito com consciência (e lisura) depois de uma arrancada e um cruzamento primorosos do Kaká.

Pelo menos vou terminar o comentário relatando a minha esperança de que a Seleção Brasileira corre o risco de sair da África do Sul com o Hexa. Com ou sem Kaká, com gols bonitos e gols ilícitos, dirigido por um técnico "cag..." Queira ou não queira o Alex Escobar, vai ser fabuloso.

• Sobre Brasil 3 x 1 Costa do Marfim


Acho que aquele árbitro com nome de modelo vai voltar pra França no mesmo vôo do Anelka. Validou o gol de voleibol do Luis Fabiano, deixou o jogo de futebol virar um street fighter e quase motivou a primeira quase briga feia em Copa do Mundo. Quando os marfinenses batiam mais que filhos de delegado, deu 2 amarelos + vermelho para o Kaká, em menos de 3 minutos, com rigor excessivo. Pelo menos fez em favor do Brasil o que Dunga não teve coragem de fazer. Mas foi a vitória e a classificação do Brasil sem artista, uma equipe às vezes lenta, mas fria e resultadista.

sábado, 19 de junho de 2010

• "Dutra é Useiro e Vezeiro".


Em entrevista publicada ontem (18) no site Vermelho, página oficial do Partido dos Trabalhadores na internet, o presidente do PT reafirmou que a coligação com o PMDB maranhense é irreversível, será mantida mesmo que a candidata à presidência Dilma Rousseff decida subir em todos os palanques que decidirem apoiá-la.

José Eduardo Dutra garante que o Diretório Nacional não tomou posição contra o PT do Maranhão, onde, reconhece, o partido está absolutamente dividido. Ele não fez nenhum comentário sobre o anunciado acordo que teria colocado ponto final à greve do deputado federal Domingos Dutra e do camponês Manoel da Conceição, mas fez um comentário curioso sobre o líder do movimento que durante oito dias ocupou o plenário da Câmara dos Deputados e irritou as maiores forças petistas do País inteiro: “O deputado Domingos Dutra é useiro e vezeiro em não respeitar a posição do PT do Maranhão”.

Em São Luis, lideres da ala petista que defendem o apoio do partido à Roseana Sarney garantem que não houve acordo para o fim da manifestação de Domingos Dutra e Manoel da Conceição. As conversas com Geraldo Magela e Fernando Ferro foram simplesmente no sentido de se encerrar o movimento, e não permitem que a ala dutrista fique liberada para apoiar oficialmente o comunista Flávio Dino.

Sobre esse apoio, principal motivo da greve de fome, extraímos o seguinte trecho da entrevista do presidente José Eduardo Dutra: “O Diretório Nacional teve toda legitimidade para tomar a posição que tomou, mesmo porque foi respaldado pelo Congresso Nacional do PT, que decidiu que o Diretório Nacional deliberaria sobre a posição do Maranhão. Mas sem qualquer ilusão de que vamos unificar o Partido no Maranhão. Nós sabemos que aquelas pessoas que defendiam o apoio ao Flávio Dino, vão continuar defendendo o Flávio Dino. Na eleição para prefeito, o PT se coligou com o PCdoB, apoiou o Flávio Dino, e o Domingos Dutra apoiou o João Castelo, do PSDB, numa demonstração clara de que no Maranhão não há, de um lado guardiões da ética e, do outro, os que querem solapar essa ética”.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

• O Campeão Amarelou

Se o motor do ônibus que vai levar o JV Lideral para a disputa da segunda partida decisiva da Copa União tiver o mesmo desempenho que o time apresentou quinta-feira no Frei Epifânio, a delegação imperatrizense nem chega à Capital. O Campeão do 1º Turno jogou tão amarelo quanto a camisa do adversário. O único que conseguiu mostrar um futebolzinho mais ou menos foi Daniel Menezes, substituido por contusão depois de marcar o belíssimo primeiro gol.

O IAPE mandou na partida, virou o placar graças ao gol doado pelo goleiro Vicente (frango pra sustentar o Exército Brasileiro o ano inteiro), e ao presente entregue de mão beijada pelos zagueiros. O JV Lideral só chegou ao empate no ultimo segundo do quarto minuto de acréscimo porque os inexperientes canarinhos da Ilha exageraram na cera. Pra ser justo: o gol de bicicleta foi a única jogada aproveitável que o atacante Toninho fez nos 96 minutos de briga com a bola.

Pra sair de São Luis com o título da Copa União e a vaga pra Copa do Brasil, o JV Lideral precisa vencer a segunda partida, segunda-feira, lá em São Luis, onde o IAPE venceu o Moto Clube por 8 a 1 em duas partidas consecutivas.

• Acabou

O dramalhão de Manoel da Conceição e Domingos Dutra chegou ao fim, com final feliz para quase todo mundo. Nem deveria falar em Terezinha Fernandes, porque a esposa do ex-nunca mais prefeito Jomar Fernandes entrou como figurante e chegou apagada ao fim da greve de fome substituída por um acordo fechado por intermediários da Direção Nacional do PT. O presidente do partido, José Eduardo Dutra, que não é trouxa, faz de tudo para não assinar a nota oficial que deve ser divulgada nas próximas horas autorizando os petistas da ala radical a fazerem campanha para Flávio Dino e o rateio do tempo de tv e rádio do PT entre o PCdoB e o PMDB.

Na calda do acordo fechado em Brasília, Dutra, Valdinar Barros, Bira do Pindaré, Teresinha e Jomar ressuscitam suas candidaturas, convictos de que o ato glorioso dos grevistas vai surtir os efeitos de uma campanha antecipada.

• Fazendo Média (ou Mídia)

Li em algum lugar que o ex-ministro Edison Vidigal estaria em compasso de espera para a possibilidade de ser vice de José Serra. Não poso afirmar que é mentira, mas garanto que não acredito.

Que peso teria na disputa presidencial o maranhense dos 15% de votos nas eleições para governador em 2006?

Na busca por uma coligação forte o suficiente para brigar de igual para igual com Dilma, Serra recebe pressão de tudo quanto é lado e certamente entregará a vaga para um dos partidos aliados. Escolher o correligionário seria a mesma coisa que trocar 6 por meia dúzia. Ou até pior: desprestigiar os partidos coligados.

Quer mais uma motivação que justifique minha incredulidade?

O presidente nacional do DEM, Rodrigo Maia, acaba de reafirmar que o seu partido não abre mão de indicar o vice de Serra. A não ser para Aécio Neves.

Em resumo: Vidigal está fazendo marketing. Quem sabe atrás de uma boquinha nessa feijoada em que se transformou a candidatura da oposição com a (im)possibilidade de Jackson Lago sair do páreo por causa da aplicação da Lei da Ficha Limpa.

• Domingos Dutra passa mal e desmaia

Em greve de fome a uma semana, o deputado Domingos Dutra passou mal esta manhã e desmaiou no Plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília. O jejum do parlamentar foi iniciado como forma de protesto contra a decisão da direção nacional do Partido dos Trabalhadores de retirar o apoio que tinha dado à candidatura de Flávio Dino (PCdoB-MA) ao governo maranhense e de apoiar o projeto de reeleição da governadora Roseana Sarney (PMDB-MA) no Estado.

Domingos Dutra admitiu quarta-feira que negocia com o PT uma solução para o impasse maranhense. Entre os pedidos que os aliados de Flávio Dino colocaram como condicionantes para o fim da manifestação, estão o aval do PT para que militantes possam fazer livremente campanha para Flávio Dino, que o partido não seja obrigado a citar o nome de Roseana Sarney no horário eleitoral gratuito no rádio e na TV; que se apurem as denúncias de suborno para que petistas revissem a posição de apoiar Dino ao Palácio dos Leões, e que, se Lula e a candidata petista à presidência da República, Dilma Rousseff, fizerem campanha por Roseana, que também manifestem apoio a Flávio Dino. Em último caso, eles dizem que podem recorrer à Justiça contra a mudança de posição do PT e o consequente apoio a Roseana Sarney.

• Manoel da Conceição Não Morreu

Não é verdadeira a notícia sobre a morte do lider camponês Manoel da Conceição. Pelo menos neste momento o ativista petista está internado em UTI de hospital de Brasília. Seu estado de saúde é grave. Manoel da Conceição estava se alimentando apenas de água e soro fisiológico quando suspendeu a greve para ser hospitalizado, quarta-feira à noite. Com  histórico clínico de 2 derrames cerebrais, portador de diabetes e deficiente de 1 perna, Manoel da Conceição resolveu acompanhar o deputado federal Domingos Dutra no protesto contra a decisão do PT Nacional em corroborar no Maranhão a aliança com o PMDB de Roseana Sarney. No terceiro dia de manifesto, circulava nos corredores da Câmara Federal que Manoel da Conceição e Domingos Dutra poderiam vir a óbito naquele mesmo dia. A informação desmentindo a morte de Manoel da Conceição acaba de chegar de Brasília,  via telefone, através do ex-prefeito de Imperatriz, Jomar Fernandes, a jornalista da cidade.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

• O Xadrez Maranhense

O tabuleiro está montado. Vencer a partida vai depender da habilidade de cada jogador. No Maranhão, esse jogo de xadrez tem três lados. Roseana, com o PT de Domingos Dutra e Manoel da Conceição; Flávio Dino, agora sem os companheiros petistas e, por causa disso, com as mãos quase atadas; e Jackson Lago, jogando com as táticas do PSDB. Ocorre que a etapa maranhense do jogo vai depender dos resultados dos jogos que estão em andamento na sede do campeonato, Brasília.

Movimentando as pedras com uma habilidade impressionante, Roseana avança no tabuleiro transpondo obstáculos nada fáceis: a greve midiática no Plenário da Câmara Federal e a resistência de todo o lado mais poderoso do PT maranhense. Aguarda com certa tranqüilidade a definição do DEM, e até já fala no PCdoB do adversário Flávio Dino, que acaba de fechar lá em cima com a companheira Dilma Rousseff. A favor da governadora está também a própria aliança com o Partido dos Trabalhadores, uma referência para que outros partidos da oposição incorporem-se à candidatura do PMDB

Flávio Dino já admite desistir da candidatura majoritária desde que seja para formar uma ampla aliança de oposição que inclua o PDT de Jackson Lago e o PSDB do (ainda) desafeto João Castelo. A saída de Flávio Dino da disputa passa necessariamente, e também, pelas negociações entre os diretórios nacionais dos três partidos.

Jackson Lago também enfrenta sérias dificuldades para a formação de alianças e da própria chapa. O problema aí é que o PCdoB de Flávio Dino já fechou com Dilma e o PSDB de Roberto Rocha e João Castelo é o mesmo PSDB de José Serra. Além isso, Jackson ainda não tem segurança da própria candidatura, já que o TSE ainda não decidiu se a Lei da Ficha Limpa vetará ou não o registro a candidatos condenados por um colegiado. Jackson foi cassado por abuso de poder econômico em abril de 2009. O projeto Ficha Limpa virou Lei em 4 de junho de 2010.

Quem conhece o xadrez sabe que nesse jogo político maranhense Flávio Dino está para rei, a peça mais importante do jogo, e Roseana representa a rainha, poderosa e se movimentando em qualquer direção. A Jackson Lago não se pode ainda dar a figura da torre: ele avança em direções diferentes, mas ainda não está totalmente livre.

Pesquisa